Certificação Ambiental

Compartilhe

O fortalecimento do movimento ambiental, que se iniciou em 1970 e teve seu apogeu a partir dos anos 90, provocou transformações nas demandas da sociedade: os consumidores passaram a querer traduzir sua consciência ambiental em poder de compra e a optar, de forma crescente, por produtos que geravam menor impacto sobre o Meio Ambiente.

 

O final do século XX marcou transformações profundas em nível mundial, buscando a efetividade do desenvolvimento sustentável mediante processos produtivos mais limpos e incentivos ao uso de produtos sustentáveis.

 

Como exigência, as empresas passaram a agir proativamente em alguns casos antecipando-se a legislação e adotando estratégias de Marketing Ambiental visando a criação de novos produtos e de ações voltadas para a proteção ambiental. O avanço de novas tecnologias e processos produtivos, associado a um mercado altamente competitivo, têm contribuído para um novo cenário global para o consumo.

 

Marketing ambiental pode ser conceituado como uma modalidade que visa enfocar as necessidades de consumidores ecologicamente conscientes e contribuir para a criação de uma sociedade sustentável (Valério 2005).

 

Lavorato (2006) destaca que o marketing ambiental contribui para o desenvolvimento de “produtos e serviços direcionados a um segmento específico, que valoriza e consome produtos ecologicamente corretos”. Trata-se de uma ferramenta capaz de projetar e sustentar a imagem da empresa, difundindo-a com uma nova visão de mercado, destacando sua diferenciação ecologicamente correta junto à sociedade, fornecedores, funcionários e ao mercado.

 

O Marketing Ambiental pode ser assimilado pelas empresas como uma ferramenta estratégica. Para viabilizar este objetivo é necessário desenvolver uma cultura de comunicação capaz de integrar conteúdos de vários departamentos técnicos ligados ao meio ambiente e qualidade de vida. É responsável em dar forma à política ambiental da empresa, auxiliando a otimizar e a implementar seu aperfeiçoamento integrado a um Sistema de Gestão Ambiental (SGA).

 

O marketing verde é uma verdadeira e ampla adoção de políticas ambientais que vão do início, desde a coleta da matéria prima até sua disposição; é a compreensão gerencial ampla, dotada de métodos abrangentes e envolventes. Envolve a área de recursos humanos, ciência e tecnologia, educação, tudo enfim que estiver envolvido com a produção ou a prestação de serviços. Será uma necessidade empresarial. A empresa poluidora ou eticamente incorreta sob o ponto de vista ambiental será expurgada gradativamente pelos consumidores.

 

Sabe-se que uma certificação é um conceito aplicado a produtos, entidades ou sistemas que pretende transmitir uma mensagem a terceiros sobre certas características positivas desses produtos, entidades ou sistemas. É uma garantia escrita dada por uma entidade independente que comprova que estes produtos, entidades ou sistemas estão conforme as exigências definidas segundo normas ou especificações técnicas.

 

Logo, a certificação ambiental é uma ferramenta que permite às empresas estabelecer um processo contínuo de gerenciamento de seus impactos sobre o meio ambiente, podendo ter resultados efetivos na melhoria do desempenho ambiental das empresas e constituir-se em valioso instrumento para consolidação da co-responsabilidade envolvendo as empresas e os órgãos de controle ambiental. O processo de certificação motiva os funcionários para mudança de atitudes que se refletem no desenvolvimento de medidas preventivas.

 

Os excessos e desperdícios no momento do consumo devem ser levados em consideração, pois, não basta exigir produtos ecologicamente corretos se na contrapartida não há uma conscientização.




Aparecida S. Santos Aparecida S. Santos  /   /  Administração  / Data: 20/08/2009  / Views: 13.840 / Mais artigos deste colunista

...