Qualidade subordinada e insubordinada

Compartilhe

Siga-nos no Twiiter

Uma das necessidades de um processo de manufatura é onde e como podemos atuar na solução dos problemas, e muitas vezes as falhas seguem no processo do inicio ao fim, e o setor da Qualidade acaba sendo um setor de apoio para a garantia deste processo, mas lembre-se de que a Qualidade deve estar inserida nos processos desde a obtenção da matéria prima até a efetiva conclusão do produto.

Muitas vezes os desvios de processo são percebidos, mas acabam sendo manipulados para dar outra forma de entendimento dos gestores deste processo, a exemplo disto, vejamos abaixo.

Qualidade subordinada

O operador identifica a não conformidade, mas sua supervisão orienta que a falha não é critica e que pode enviar ou seguir seu processo, temos ai um problema comum, mesmo sendo portador de um padrão ou procedimento o processo acaba sendo orientado a não atender os mesmos.

Na figura 1: mesmo tempo uma definição de padrão, o mesmo acaba sendo ignorado

Sabe–se que além do Recall que supostamente pode ocorrer para solucionar as falhas não identificadas de maneira preventiva, o custo desta ação pode ser muito maior, até mesmo a ocorrência de danos a vida, dependendo do produto.

A Qualidade subordinada é mais um problema de quem esta sendo o avaliador final, por isso tenha sempre a atenção de que todo o processo deve estar sendo acompanhado de maneira que nunca dependa de uma opinião, e sim, seja padronizado.

Qualidade insubordinada

O operador identifica a não conformidade e acaba mesmo sendo sabendo da diferença de seus padrões, manipula o produto para que o mesmo não seja identificado como não conforme, e este problema é sério, pois mesmo que exista procedimentos e padrões, a falha continua a existir.

Para este fato devemos estar acompanhando o processo diretamente, desenvolvendo dispositivos a prova de erro, ou se este mesmo que existente não for utilizado, a realização de amostragem acaba sendo um filtro. Em caso o viável é a definição de uma inspeção 100% do lote fabricado.

Na figura 2: Mesmo identificando a falha o produto é aprovado

Embora a tecnologia seja um avanço perigoso para o trabalho humano, muitas vezes temos este como aliado, a Qualidade é dependente de ações e estas devem ser seguras ao ponto de não se permitir dúvidas no comportamento humano no dia a dia deste processo.

Envolver é uma possibilidade, e no mais a definição além dos treinamentos são necessários para a capacitação deste processo, se a sua empresa, esta na frente de grande produção, saiba, que em muitos momentos a mesma pode ter sido vitima destas definições de Qualidade.

Assegurar seus processos é estar atento a cada dia utilizando-se de auditorias e até mesmo investindo de tecnologias que possam interpretar estes padrões de forma segura e não apenas como uma simples avaliação.





Zafenate Desidério Zafenate Desidério  /  Site do autor  /  Qualidade  / Data: 16/12/2010  / Views: 5.256 / Mais artigos deste colunista

Fundador e Editor do Portal Qualidade Brasil, com mais de 10 anos na área de Gestão da Qualidade. Acredita que o maior potencial de transformação na Qualidade é o ser Humano....