A Qualidade na Administração da Empresa

Publicado em: 21/11/2012


Compartilhe

Você já parou para pensar sobre a responsabilidade de cada pessoa com as metas da Qualidade, mas não apenas isso, o que de fato esperamos para o sucesso de nossa empresa diante de um mercado tão competitivo que a cada dia se transforma.

Primeiramente relato que muitas empresas bem sucedidas no Brasil e no exterior tiveram que inserir como lema para as suas atividades o termo GARANTIA DA QUALIDADE, e isso passou a ser chave para as atividades desta organização.


Imagine uma empresa onde se fala de Qualidade desde a portaria até a mesa do presidente, mas porque tudo isso? Primeiramente não relaciono este tema somente a área produtiva, isso é um equivoco, mas entendo que a Qualidade está sim relacionada desde o atendimento ao cliente no setor de vendas, na Qualidade do material a ser apresentado durante a publicidade neste caso o setor de Marketing, na Qualidade da matéria prima no setor de compras e também na Qualidade da contratação no setor de recursos humanos, é isso que falo hoje, a  administração da Qualidade como uma cultura e não sendo carregada nas costas como pressão.

Primeiramente devemos ter muito claro que a Qualidade deve ser irrestrita por parte da alta administração, no caso diretoria, gerentes, supervisores, onde de fato se delega.

A administração da Qualidade deve ter basicamente um objetivo claro, a capacitação e a participação de todos não apenas para atender uma certificação e sim para se tornar mais competitiva internamente no que se diz respeito a desempenho, e para que possamos vivenciar os resultados positivamente com a participação de todos e externamente refletindo no cliente e em toda a sociedade.

Abaixo relacionei um exemplo de uma empresa onde os setores não compreendem uma meta global, e sim trabalham com foco em suas expectativas e por final resultam em ações sem foco na melhoria de desempenho.

Um erro que podemos identificar na administração de um negócio é entender que a empresa atende somente a expectativa de um mercado, esquecendo neste caso das expectativas internas onde se busca  a melhoria interna que são a base para o sucesso deste mesmo negócio, então pergunto, onde fica você na participação dos resultados da empresa?

Além da conscientização temos que considerar que qualquer atividade deve  ser motivada para o cumprimento de seu melhor desempenho e não podemos aplicar a lei do autoritarismo, estes sim são erros graves que acabam resultando em sérios problemas, e também gera o resultado contrário do que se esperava, então vamos além de criar metas, que tal divulgar as mesmas com o objetivo de transformar o ambiente de trabalho.


Dificuldades na adaptação de algo novo é normal então devemos CONSCIENTIZAR antes de crescer para prosperar, então a alta administração de uma organização deve estar preparada para apoiar, orientar, esclarecer dúvidas e criar condições favoráveis ao crescimento interno onde de fato acontece a busca pelo melhor desempenho nas atividades.

Como no PDCA devemos seguir um fluxo para que esta atmosfera seja compreendida independente do cargo hierárquico que se ocupa.


Então fica a dica, a administração da Qualidade devem estar clara na prática das ações de todo o grupo de pessoas desta empresa, onde VOCÊ deve agir como agente de transformação.

Breve estarei apresentando alguns materiais para garantir a participação de todos os setores em função da Qualidade como um resultado positivo e não como um desempenho agregado.

E você, o que tem feito para melhorar o desempenho de sua empresa?